Coronavírus pode ter se originado em uma caverna de morcegos há 16 anos: dizem os cientistas que a doença mais recente corresponde a 96% de uma cepa descoberta em 2004

blank
GALAXY S20, PLUS E ULTRA DA SAMSUNG PRIMEIRO VISUAL: CÂMERAS, TELAS DE 5G E 120HZ
12 de fevereiro de 2020
blank
Johanna Konta sofre derrota humilhante para Oceane Dodin na segunda rodada do Troféu de Senhoras de São Petersburgo
12 de fevereiro de 2020

Coronavírus pode ter se originado em uma caverna de morcegos há 16 anos: dizem os cientistas que a doença mais recente corresponde a 96% de uma cepa descoberta em 2004

blank
Pesquisadores do Instituto de Virologia Wuhan foram os primeiros a ligar SARS e morcegos pela primeira vez durante um estudo em 2004, depois de invadir uma caverna na província de Yunnan (foto na época)
Pesquisadores do Instituto de Virologia WuhanColetando Amostra de Excrementos de Morcegos Em 2004
  • Pesquisadores do Instituto Wuhan de Virologia invadiram cavernas na província de Yunnan em 2004 
  • Cientistas encontraram centenas de diferentes cepas de coronavírus em excrementos de morcegos
  • Uma das linhagens corresponde a 96% da atual que está varrendo o mundo
  • Até agora, a epidemia de coronavírus matou mais de 1.115 e infectou mais de 46.000

O coronavirus pode ter sido originado em uma caverna de morcegos, que fo descoberta por morcegos a 16 anos.

Coletaram amostras de excrementos de morcegos e constataram a presença de coronavirus.

Quem liderou a busca foi Shi Zhengli , que revelou que uma das cepas é quase idêntica a cepa que está varrendo a china.

Cruzou o genoma do COVID-19, como agora é oficialmente conhecido, com esses resultados de 2004 e descobriu que ele correspondia a 96% de um vírus encontrado nos excrementos de morcegos-ferradura.

COVID-19 matou mais de 1.000 pessoas e infectou mais de 45.000 no mundo todo desde o início da epidemia no final de dezembro.

A localização da caverna ainda é mantida em sigilo, dizem que ela está em algum lugar de Yunnan, a pelo menos 1.000 milhas (1.700 km) de Wuhan.

Foi descoberto também que 3% das pessoas que moravam próximas a caverna, desenvolveram imunidade ao vírus.

E que como esse vírus já havia infectado pessoas no passado, era possível imunizar os humanos contra ele.

Disse a professora Shi e sua equipe que fizeram a descoberta.

blank
Morcego Ferradura
Felipe
Felipe
Criador, Editor e Redator. Jornal e Blog. Fazer Pensar é a Nossa Maior Intenção.
>